Embu-Guaçu é a 562ª cidade no Ranking de IDH no Brasil

1

Foi divulgado na última segunda-feira, dia 29, os dados do Atlas Brasil 2013, que apresenta o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 5.565 municípios. Embu-Guaçu é a segunda cidade mais bem posicionada da região no ranking nacional, ocupando a 562ª posição.

O índice é calculado de zero a um, sendo que 0 significa nenhum desenvolvimento humano e 1, desenvolvimento humano total. Quanto mais próximo de 1, mais desenvolvido é o município. Embu-Guaçu aparece com 0,749, o que é considerado alto desenvolvimento humano. O IDHM é constituído da avaliação de critérios relacionados à saúde, educação e renda.

No critério de renda, Embu-Guaçu tem o índice de 0.713, na no critério de longevidade, tem o melhor índice, com 0.834.  O município também se destaca no critério educação, alcançando o índice mais alto entre as seis cidades do Conisud: 0.708.

Das cidades da região, Taboão da Serra é a cidade mais bem posicionada no ranking nacional, ocupando a 238ª posição.

Itapecerica da Serra é a 3ª cidade em desenvolvimento na região, já na comparação nacional, a cidade é a 719ª, com IDHM de 0.742.

Itapecerica da Serra é a 3ª cidade em desenvolvimento na região, já na comparação nacional, a cidade é a 719ª, com IDHM de 0.742.

Embu das Artes ocupa a 897ª posição no ranking nacional, São Lourenço da Serra é a 1081ª e Juquitiba a 1638ª.

Sobre o Atlas

O Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013 traz uma ferramenta gratuita de acesso a informações sobre 5.565 municípios brasileiros, útil tanto para os gestores públicos quanto para a sociedade em geral. Nele estão contidos o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) para cada município e os resultado da análise de mais de 180 indicadores socioeconômicos do país – também sob a perspectiva municipal: entre eles demografia, educação, renda, habitação, trabalho e vulnerabilidade.

Fruto da parceria entre PNUD, IPEA e FJP, o Atlas Brasil 2013 teve seu processo de construção iniciado em junho de 2012. Seu lançamento marca a ampla disseminação dos retratos municipais por meio de uma plataforma online. De lá até aqui, a equipe técnica e os parceiros organizaram a revisão metodológica e conceitual do IDHM – por meio de oficinas com mais de 40 especialistas brasileiros –, compatibilizaram as áreas municipais que sofreram transformações de 1991 até 2010 e analisaram os dados extraídos dos Censos Demográficos do IBGE de 2010, 2000 e 1991.

Confira em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/perfil/embu-guacu_sp

Mapa-múndi indicando o Índice de Desenvolvimento Humano 2013

Mapa-múndi indicando o Índice de Desenvolvimento Humano 2013

Share.

About Author

1 Comentário

Leave A Reply